Resenha: Cilada


Livro: Cilada
Autor: Harlan Coben
N° de páginas: 272
Editora: Arqueiro
★ ★ ★ ★ ★ 

Haley McWaid tem 17 anos. É aluna exemplar, disciplinada, ama esportes e sonha entrar para uma boa faculdade. Por isso, quando certa noite ela não volta para casa e três meses transcorrem sem que se tenha nenhuma notícia dela, todos na cidade começam a imaginar o pior. O assistente social Dan Mercer recebe um estranho telefonema de uma adolescente e vai a seu encontro. Ao chegar ao local, ele é surpreendido pela equipe de um programa de televisão, que o exibe em rede nacional como pedófilo. Inocentado por falta de provas, Dan é morto logo em seguida. Na junção dessas duas histórias está Wendy Tynes, a repórter que armou a cilada para Dan e que se torna a única testemunha de seu assassinato. Wendy sempre confiou apenas nos fatos, mas seu instinto lhe diz que Mercer talvez não fosse culpado. Agora ela precisa descobrir se desmascarou um criminoso ou causou a morte de um inocente. Nas investigações da morte de Dan e do desaparecimento de Haley, verdades inimagináveis são reveladas e a fragilidade de vidas aparentemente normais é posta à prova. Todos têm algo a esconder e os segredos se interligam e se completam em um elaborado mosaico de mistérios. Harlan Coben mais uma vez deixa o leitor sem ar. Cilada fala de culpa, luto e perdão em uma trama repleta de reviravoltas surpreendentes. Nada é o que parece e tudo pode ser desfeito até a última página.

Não tenho palavras para começar esta resenha, pois este é meu primeiro livro policial. Essa frase "Nada é o que parece e tudo pode ser desfeito até a última página" é a pura verdade a respeito desse livro. Até a última página você fica se perguntando o que falta acontecer, as coisas acontecem e mudam de uma forma vamos dizer arrebatadora, sem explicação. Quando você pensa que aquele traçado vai desenrolar, as coisas ficam mais amarradas. Fiquei o tempo todo querendo entrar na história e ajudar a desvendar de uma vez, tudo aquilo. (Risos)
Virei fã com certeza do autor Harlan Coben, isso mesmo, ele me ganhou apenas com este livro. Cilada é um livro recheado de mistérios, suspense, ação e com algumas pitadas de humor. Intrigante e cheio de reviravoltas, Cilada tira o fôlego do começo ao fim, e quando você chega ao final, ainda fica sem respiração por algum tempo. Cilada fala de culpa, luto e perdão... uma história emocionante, que deixa a gente refletindo o tempo todo na vida, nas perdas, e principalmente na palavra perdão. Palavra difícil, mais que através deste livro percebemos a importância que ela tem em nossas vidas. 

"Tive ódio deles por um tempo, mas não durou muito. Pensei: Para quê? Ficar alimentando o ódio tem seu preço, sabe? A gente perde a noção daquilo que realmente importa."  Pág: 228.

Como nós seres humanos nos enganamos, pensamos que conhecemos todas as pessoas do nosso convívio, mas simplesmente estamos enganados com isso. As pessoas estão aparentemente felizes, sem problemas, mas a verdade é que quem vê cara, não vê coração. O que mais observamos são pais acreditando firmemente que conhecem seus filhos, dizem saber suas felicidades, suas tristezas, por onde estão e pra onde vão, o que fazem, o que pensam, e até o que querem. Mas a vida muitas vezes mostra a esses mesmos pais, que eles estão completamente enganados, e muitas vezes isso é demostrado de uma forma dolorosa. E fica a pergunta onde foi que errei? qual parte da história perdi? porque não vi isso? Falhei... 
Mas não é isso, de alguma forma você não falhou, as pessoas são assim mesmo... escondem sentimentos, ficam com medo, mentem, as vezes enganam, preferem sofrer sozinhas... Mas no fim "Ninguém consegue escapar das próprias mentiras."

" Olhe bem para o rosto dela, Frank. Você acha que essa garota da foto, com esse sorriso, estava prestes a fugir de casa? Acha mesmo que ela seria capaz de se mandar sozinha por aí e que seria esperta o bastante para nunca usar o celular, um caixa eletrônico ou os cartões de créditos?"   Pág: 55

Cilada foi além das minhas expectátivas, gostei muito da forma como tudo foi esclarecido, da forma como me envolvi com a história, com os personagem. O livro é de uma leitura fácil, e a capa é perfeita. Gostei muito de ler Cilada e pretendo ler as outras obras do autor, como: "Não conte a ninguém." Resumo este livro como um quebra-cabeça, daqueles que você fica horas tentando montar, e que não se arrepende quando finalmente consegue.
Recomendo com certeza.



Essse livro é uma cortesia da Editora:

 

15 comments

Jacqueline Braga 30 janeiro, 2012

Harlan é o rei do mistério né mesmo? eu só li um livro, mas tenho este aqui em casa e pretendo ler em breve. Ótima resenha.
bjos

Milena 30 janeiro, 2012

Eu ainda não li nenhum livro dele, mas vontade é o que não me falta! Parece ser bemmm interessante!

Beijos!
http://livrosnacabeca.blogspot.com

Pelos caminhos da vida. 31 janeiro, 2012

Vou ser bem sincera com vc Polly, ando em falta com leituras...

Obrigada pela sua visita.

Bom dia!

beijooo.

mila 31 janeiro, 2012

Não li nenhum livro deste autor, tenho vontade de conhecer, sinto q depois que conhecer não vou querer parar de ler... tipo como paulo coelho é para mim...

beijoss
http://dailyofbooks.blogspot.com/

Ana Paula Medeiros 31 janeiro, 2012

Ainda não li nenhum livro desse autor, mas agora que muito ler. Adorei sua resenha, demonstra que realmente gostou do livro. Parabéns sua resenha está ótima.

Blake 31 janeiro, 2012

Conheço o livro, mas ainda não tinha lido nada sobre ele, nem mesmo a sinopse. Acho que o fato de ser um livro policial me desmotivou. Mas me recusei a continuar prestando atenção apenas na capa, e li sua resenha.
Sinceramente? Adorei. rs
Fiquei encantada com o mistério! Vou adicioná-lo em minha lista de leituras... hahaha
BjO
http://www.the-sook.blogspot.com/

Cynthia. 31 janeiro, 2012

Ouvi falar muito bem desse livro, e fiquei bastante interessada para conhecer. Não tenho muito costume de ler livros policiais e com esse tipo de suspense, mas nunca é tarde pra começar, ainda mais com essa excelente pedida, não é?

Um abraço!
http://ninanoespelho.blogspot.com

Gisele Carmona 31 janeiro, 2012

Gosto de livros policiais e adorei a dica!!
Com certeza vou ler!
Beijos

http://giselecarmona.blogspot.com/
@giselecarmona

Raquel 31 janeiro, 2012

Nunca li um livro policial, mas até que fiquei com vontade de ler depois de ler a sua resenha heheh.

Louca por Livros 01 fevereiro, 2012

Oii
Adorei sua resenha :)
Não gosto de livros policial mais acho que esse eu vou gostar !
Quando eu tiver oportunidade irei adorar ler !!
Beijos

Letícia
Blog Literário "Louca por Livros"
http://www.louca-por-livros.blogspot.com/

Caíque Fortunato 01 fevereiro, 2012

Oi, li esse livro e gostei muito, foi com esse que virei fã do autor e comecei a ler todos as outras obras dele kk, é um livro excelente. Gostei da sua resenha :)

Abraços
http://entrepaginasdelivros.blogspot.com/

Pollyanna 01 fevereiro, 2012

Verdade Jacqueline! Leia mesmo, tenho certeza que você vai gostar!
Não vai querer parar mesmo Mila! Estou dessa forma, louca por mais...

Que bom que minha resenha despertou a vontade de vocês! *.*
leiam! Tenho certeza que nenhum de vocês vão se arrepender!

Priscilla Faustino 01 fevereiro, 2012

Parabéns pela resenha! Ainda não li nenhum livro do Coben, acredita? Mas sempre vejo muitos elogios às suas obras. Eu curto bastante livros com mistérios, principalmente quando eles são mantidos até o final da história. Já coloquei na minha listinha de leitura. =D

Bjinho,
pirigueteliteraria.blogspot.com

Pollyanna 02 fevereiro, 2012

Oi Priscilla. Obrigada! Que bom que já colocou na lista, tenho certeza que você não vai se arrepender querida. Beijos

Thaís Cavalcante 06 fevereiro, 2012

Estou apaixonada, APAIXONADA, in love, com o Harlan! O cara é incrível escrevendo, não deixa nenhum detalhe passar sem ter uma resposta inteligente e completa para a situação. Espero ler outros livros dele! *O*

Amei sua resenha e pelo jeito ele não decepciona ninguém em nenhum de seus livros. Pelo menos comigo em "Alta Tensão", no primeiro livro que li do autor, me conquistou!

Um beijão,
Pronome Interrogativo.
http://www.pronomeinterrogativo.com

Postar um comentário