12 de dezembro de 2011

Resenha: Razão e Sensibilidade- Jane Austen

Editora: Martin Claret
Autora: JANE AUSTEN
ISBN: 9788572328050
Número de Páginas: 233
Onde comprar: Submarino

O fascínio que os escritos de Jane Austen exercem, mais   do que se manter, torna-se maior no curso do tempo. A   obra desta aclamada escritora tem sido constantemente   adaptada para o teatro, cinema e televisão; nos meios   acadêmicos, tem gerado abundantes e fecundos estudos   de sua dimensão estética, sociológica e histórica; em   vários países, inclusive o Brasil, são-lhe dedicados ativos   e  entusiasmados fã-clubes; e, na web, há um número   assombroso de páginas que remetem a Jane Austen. Esta   edição especial reúne Razão e sensibilidade, Orgulho e preconceito e Persuasão – três dos  mais apreciados romances desta que é uma das mais lidas e amadas autoras inglesas em    todo o mundo.


Jane Austen (1775-1817) — considerada uma das mais importantes representantes da literatura inglesa, ao lado de Shakespeare — passou toda a sua vida no interior de um diminuto círculo social, formado pela aristocracia rural. Tematizando o dia-a-dia das pessoas comuns, com fina ironia e aguda percepção do ser humano inserido na sociedade da época, Austen introduziu o romance inglês na modernidade.Razão e sensibilidade (1811) é a história de duas irmãs — Elinor e Marianne, respectivamente a “racional” e a “sensível” —, as quais, em razão do falecimento do pai, têm de se adaptar a um estilo de vida mais modesto, em meio a uma sociedade inteiramente dirigida pelo status social.

Recebi esse livro da Editora Martin Claret, parceira aqui do blog. Essa é uma versão especial com três obras da Autora Jane Austen que são: Razão e Sensibilidade, Orgulho e Preconceito e Persuasão. Como são 3 livros, vou fazer as resenhas separadamente. Ao contrário de muitas resenhas que li sobre esse livro "Razão e Sensibilidade", não é uma leitura cansativa.

O livro conta a história de três irmãs, Elinor filha mais velha, (Tinha um excelente coração, um temperamento afetuoso e sentimentos fortes), Marianne, (Era sensível e inteligente, mas intensa em tudo, era tudo, menos prudente), e Margaret a caçula, (Uma menina alegre e de bom caráter).
Depois que seu Pai, o sr. Henry Dashwood morre, elas são quase que obrigadas a deixar a casa onde moravam desde criança, para o irmão, filho que o sr. Henry teve com a primeira esposa, dessa forma as três irmãs e a mãe vão morar em um chalé.
A chegada a nova propriedade não foi tão ruim, a partir do parente da sra. dashwood, o mesmo que fez a oferta do chalé, elas passam a frequentar a propriedade dele, que por sinal são vizinhos, a família Middleton, concretizando uma amizade. Com o passar dos dias, as moças já estão se sentindo em casa, e resolvem fazer um passeio, e por causa de um incidente, Marianne conhece Willoughby, e se apaixona completamente. Muito impulsiva, não pensa em mais nada,só quer viver o momento, acreditando que os sentimentos dele, era igual ao seu. Mas nesse romance também existe o Coronel Brandon, um homem mais velho, mais experiente, e apaixonado por ela, que aos olhos de Marienne não serve para ela, por causa da difrença de idade. Elinor, já veio da atinga propriedade com alguém no pensamento, Edward Ferrars, mas ela tenta a todo custo enganar seu próprio coração a respeito. Ele é irmão de sua cunhada, mulher egoísta, que impedi seu marido de cumprir a promessa que fez ao pai antes da morte, que cuidaria das irmãs. 
Mas não será fácil para Marianne e Elinor viver esse romance, muito coisa acontece, muitas dúvidas, revelações, segredos, lágrimas, sofrimento, mas também amadurecimento. 

Naquela época a maioria das pessoas não se casavam por amor, isso era uma coisa que vinha com o tempo, o principal objetivo era aumentar os lucros da família, se o rapaz era de família rica, não podia se casar com uma moça pobre, e vice-versa. E é exatamente isso que se passa nessa história. 
O livro conta todos os detalhes, então não é difícil criar todas as cenas na cabeça. Gostei muito da Elinor, muito corajosa, controlada, e super amiga. A coitada passou por tantas coisas, e mesmo assim estava pronta para ajudar. Também gostei da Marianne, acho que me indentifiquei um pouco com ela, apaixonada, intensa, aquele tipo de pessoa que se entrega totalmente sem pensar nas consequências. E que depois sofre, por causa das decisões mal pensadas. Mais a vezes ficava com raiva dela, pois tinha hora que era demais o jeito dela, a forma como via as pessoas, principalmente quando estava com Willoughby, achando que era melhor que todos, e vendo só os defeitos das pessoas. Ela tinha um defeito  que destacava mais, o de não aceitar as ideias e opiniões de outras pessoas. Mas mesmo assim, gostei dela e sofrir junto com ela.
O final é supreendente! Quem tá lendo, nunca imagina o que vai acontecer. Mais confesso que não gostei muito do final de Marianne, na metade do livro, eu já imaginava o final da trama dela, mais tinha esperença de não ser o que eu previa, mas o da Elinor confesso que nem imaginava, me pegou totalmente de supresa. E isso me conquistou pra valer, fechou a leitura com chave de ouro. Como sempre li o último capitulo pelo menos duas vezes. (Risos)

 
Essa Edição Especial tá maravilhosa, muito linda mesmo. Os personagem são tão reais que não tem como a gente não se apaixonar por eles. Há um tempo atrás eu li "orgulho e preconceito", mas vou ler novamente e fazer a próxima resenha. Os livros da Autora Jane Austen são tão magnificos, que eu poderia ler várias vezes e não me cansaria. Recomendo e muito este livro, tenho certeza que você não vai se arrepender.



Esse livro é uma cortesia da Editora:





11 comentários:

  1. Oi!!!! Eu também postei resenha de Razão e Sensibilidade hehehehehe
    Amei a tua resenha, muito bem argumentada!!!!!
    Ficou incrível!!!
    Ah, é uma história realmente linda, não é mesmo?
    Beijinhos, flor!

    ResponderExcluir
  2. Eu amo Jane Austen, e de todos os livros que eu já li, Razão e sensibilidade ficou no 2° lugar na preferência (o 1° foi Orgulho e preconceito). Eu assisti o filme e achei que foi muito bem adaptado.
    Amei sua resenha.
    bjos

    Jack
    www.mybooklit.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Ainda não li nenhum livro da Jane! Sou um E.T.?

    Bom, vejo pessoas incrivelmente apaixonadas por Orgulho e Preconceito e sempre me pego lendo alguns comentários dele. Espero tê-lo em breve em minhas mãos! :D

    Ótima resenha, agora estou a espera das outras duas!

    www.pronomeinterrogativo.com

    ResponderExcluir
  4. Eu não cheguei a ler o livro, somente vi o filme que achei maravilhoso!!!
    Espero poder ler e fazer as comparações.
    Obrigada pela dica :) e parabéns pela resenha!!
    Beijos
    Gisele Carmona
    http://giselecarmona.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Eu sempre quis ler esse livro..assim como ver o filme..A personagem parece interessante, e quando o fim nos surpreende é muito legal..

    Espero que possa ler ano que vem rs..

    Beijos ^^

    ResponderExcluir
  6. Pretendo ler esse e outros clássicos em 2012... Mas os Jane Austen são os primeiros da minha lista! rs

    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com

    ResponderExcluir
  7. Ahh eu adoro Jane Austen!
    Eu li Emma e amei, também vi o filme de Orgulho e Preconceito e achei lindo. As personagens de Jane são fortes e inteligentes. Com certeza está na minha meta de leitura :)

    Bjs

    Tati
    http://coracaoliterario.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Eu assisti o filme e não gostei, mas acho que do livro gostarei com certeza! Vou ler algum dia ainda... Que bom esse livro, que vem três obras da autora^^

    leitoracompulsiva1.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Polly, obrigada pelo coment! :D Haha, que bom que minha resenha foi a melhor que você leu do Menina de Vinte! Fico satisfeita e com a sensação de missão cumprida quando leio que as pessoas ficam doidas pra ler o livro pela resenha que fiz ^^ Não deixa de ler mesmo não que é maravilhoso ♥

    E quanto ao seu post, adoro Jane Austen! *-* Quero ver suas duas outras resenhas, porque Orgulho e Preconceito amei demaaais demais, ma Persuasão foi tenso pra ler... Alguns momentos bons, mas a maioria da leitura foi chatinha. Ainda assim dou uma chance pra Jane e continuo gostando dela, quero ler Razão e Sensibilidade, todos falam tão bem que espero algo no nível de Orgulho e Preconceito <3

    Bisous

    ResponderExcluir
  10. Eu A-DO-REI o seu blog, menina! Aqui é tudo muito lindo! Suas postagens são bem elaboradas e organizadas! Parabéns!
    Vi seu link em outro blog e resolvi visitá-lo. Já estou te seguindo, me segue também?

    http://jovens-garotas.blogspot.com/

    Beeeijos e estou te esperando lá! *-*

    ResponderExcluir